Pages

Thursday

Imprescindível para os ingleses no Natal

Em Inglaterra comemos empadinhas de "carne picada", mas na realidade elas não têm nada a ver com carne.  Antigamente (poderiam remontar à idade medieval) costumavam conter carne de borrego com muitas especiarias, e fruta seca.  Agora dentro da massa há uma mistura muito suculenta de sultanas, passas de Corinto, maçã, fruta cristalizada e nozes, tudo cozinhado em vinho e manteiga.  É uma receita muito rica, com a qual se bebe vinho do Porto, ou xerez (ou café).  Se convidados chegarem (completa e inesperadamente) , ou à noite quando os cantores de "carols" (com música natalícia, que se cantam durante Dezembro) passam de casa a casa, elas são muito úteis para  guardar na despensa, para lhes dar um lanche.

Mas para mim o melhor é a Aletria de Portugal!

Wednesday

Até que enfim


 O nível da água na barragem atingiu o topo! 

Thursday

15 Dezembro

Estamos a faltar uma semana para o dia mais curto do ano, e já floresce a camélia.  

E adivinhe quem o encontrou!



Saturday

Portugueses no Mundo


Sou fã de "Portugueses No Mundo" na RTP. Por norma a entrevistadora coloca a pergunta "O que tem mais saudades?" dos entrevistados que rumam para o estrangeiro para viver.

E se ela fosse perguntar-me, eu tinha respondido "Hot smoked mackerel" .

Porém, na semana passada, espreitei algumas cavalas bonitas e frescas no Pingo Doce e quando pedi à senhora do balcão para as fazer em filetes, ela fê-lo na perfeição.  Depois, fui para casa e fiz esta receita.


Thursday

O autocarro com chuveiro de Hamburgo


Dominik Bloh  - "Der Dusche Bus" e o seu propósito de vida. Deparei-me com este artigo da EuroNews. sobre uma pessoa inspiradora e a sua ideia. Veja-lá! 

Tuesday

A Primeira Semana de Dezembro.

E as novidades. Tivemos o primeiro dia com uma geada (estava muito breve). Também comemorámos a Restauração da Independência com um feriado nacional. Estava um dia cheio de sol, com céus limpíssimos. Como é que isto aconteça? Em Inglaterra sempre que tenhamos dias feriados, por norma estão chuvosos ou estão muito nublados, e senão, por engano está um dia de sol, temos de nos queixar do calor! Isto é a nossa qualidade de carácter mais querida! Aliás temos mais um habito, uma verdadeira paixão nacional por pedirmos desculpe quando a outra pessoa magoa-nos.   

A outra novidade é que as ribeiras e fontes começaram a jorrar novamente. É um som particularmente bonito. Uma grande compensação quando sofremos um excesso de chuva.  O meu marido disse que o faz lembrar a máquina de lavar louça!

  



Saturday

Ida à nossa cidade maior do distrito


Na terça fomos à nossa cidade principal - capital do distrito de Castelo Branco.  Tivemos a sensação que nós fossemos verdadeiras pessoas do interior a visitar uma grande cidade..
Tivemos agendamentos para uma reunião na loja de cidadão para que possamos dar aos dados biométricos por cumprir o processo obter cartões de Residência, com que formalizam o direito de permanecer em Portugal.
Já estivemos várias vezes naquela cidade e não deixa de ser irônico que apesar de ficar numa zona conhecida por ter calor imenso, cada vez que vamos (quase), está sempre a chover.

Porém conseguimos estacionar bem perto do escritório e os funcionários todos eram muito simpáticos e prestativos.  Acabámos por fazer tudo sem problemas nenhum, felizmente mesmo a tempo de almoçar. Já encontrámos um lugar interessante "Bifana de Sé''.  A refeição foi ótima, eu comi Bacalhau Gomes de Sá e desfrutei-o muito.

No caminho para casa passámos pelo (entre nós chamada) "Jardim zoológico dos Penedos".  Há uma zona na cidade onde ficam muitos rochedos imensos, e por sua volta há uma cerca. Parecia sempre que a Câmara de Castelo Branco tinha de encerrá-las para evitá-las a vaguear por todo lado.          

Que semana!  Como é que isto aconteceu? Foi quase nada, realmente, não entendo. Foi um dia normal, pretendi realizar umas tarefas no jardim durante uma trégua entre os aguaceiros. Comecei a misturar combustíveis para preencher o depósito de roçadeira (é pequenino, não tem peso nenhum). Fui buscar a máquina para começar a roçar, e descobri que mal consegui andar. Parecia que  um músculo ficava contorcido nas minhas costas ou uma coisa deste género.

Depois de uma hora dei conta de que não ficaria melhor imediatamente.  Eu não sou uma pessoa de grande paciência (pachorrenta?) ou seja, sou mal disposto aos ferimentos, não me apetece ter muito cuidado.  Mas nesta situação, foi evidência que tinha de ser prudente. Desde lá tenho andado com um saquinho de água quente (tão pequeno que faz meu marido rir-se) enfiado na parte de trás das minhas calças de ganga, para aligeirar a dor.  
Felizmente, com o tempo, as minhas costas vão melhorando.  

Contudo estamos a desfrutar das cores maravilhosas de outono, este aqui é um diospireiro que cultivei de uma caroço, que veio de uma fruta que eu comi na Coreia do Sul em 2017.   Estava a trabalhar durante várias semanas quando a nora do chef costumava trazer-me dióspiros de uma árvore no seu jardim.  Trabalhar ali era uma vivência muito rica. Eles tratavam-se de mim como se fosse uma familiar.   

Esta pequena árvore serve para me lembrar dessa experiência e dos meus amigos na Coreia.

Friday

São Martinho - com adições

 Estamos a festejar o magusto, dia de São Martinho 11 Novembro 22.  Está um dia lindo do sol. Fizemos uma celebração um pouco mais à maneira do Festival da Colheita devido à época. Recolhemos os últimos vegetais do verão da horta; tomates, manjericão, feijões, pimentos, alfaces, juntamente com castanhas, (que meu marido cautelosamente cozinhou e descasco), amêndoas da árvore no jardim, chouriço mouro, queijinhos do meu amigo em Pedrogão Pequeno, e claro pão caseiro à maneira Italiano “bruschetta”. Bebemos vinho da nossa própria colheita '21, em vez de jeropiga. Uma vez que desisti consumir vinho há um ano, só tomei pequenas golinhas para que não ficasse completamente zonza!   


Thursday

Safra pequena mas boa

Conseguimos fazer a nossa colheita das azeitonas durante um período bastante seco - felizmente! Neste ano havia só algumas bagas, depois de um verão bem quente, um verdadeiro calorão e escassez de água.

Levámo-las ao lagar em Pedrógão Pequeno contudo foi um sítio triste, sem a azáfama, e a grande agitação como normal. Acho que os preços de energia tão elevados fizeram com que dificultasse para os seus clientes, mas o lagar mantém-se em funcionamento, e espero que no próximo ano esteja melhor.

O nosso azeite este ano é um pouco mais resinoso, porém ainda delicioso, usamos por temperar saladas, com pão caseiro, e obviamente para cozinhar - dando um sabor especial, e com memórias boas do nosso tempo e tarefas no olival ao longo do ano.

Sunday

porquinhos felizes

Bom fim de semana - o tempo para descansar, pôr em dia o sono,

se calhar logo vai ter contigo ao cinema?  





Thursday

Setembro 2022

Aqui sou eu com a querida amiga de minha infância Sarah.  Só ultimamente é que voltamos a ter contato novamente. No entanto, é um imenso prazer passar algumas horas com ela.  É uma amizade diferente quando a outra pessoa sabe as nossas origens, família, erros de vida!  E ainda nos aceita.  




Monday

Aprendizagem através de experiências.


Julgo que é muito mais eficaz quando se sente uma ligação física com vocabuláriopara que seja melhor decorado.   Assim foi hoje com o verbo salpicar e o que aconteceu

quando tentei abrir o frasco de molho de tomate.



última colheita do pomar – até quando..?

 


Temos cá uma terra de uns 4000m2, dentro do qual há uma horta e um pomar. Vivemos "a Boa Vida" (mais ou menos, há sempre umas pragas em Paraíso).

O milagre aqui é que conseguimos cultivar por volta de 95% do nosso consumo das frutas e dos vegetais au longo do ano todo. Graças ao clima - imagino que haja só escassos lugares em Europa onde isto é possível numa escala domestica.

Contudo agora temos algumas " lacunas de fome (hungry gaps?) e já temos de esperar que as laranjeiras e clementineiras produzirem novamente. Mas há benefícios que gosto de ir as compras no nosso mercado mais próximo. 

Portugal, belo país. 


Sunday

Direção nova. Talvez agora o título seja Rachel Barker Portugal ?

Tenho tido algumas lutas com os meus estudos linguísticos ultimamente.  Gosto muito de ouvir e falar, no entanto, dei-me conta que atingi um planalto que não consigo ultrapassar.  Já sei que isto é muito comum com os estudantes, mas tenho de tentar superar o entrave.   

No entanto, vou tentar seguir o conselho de um amigo.  Também para que eu possa utilizar um vocabulário mais rico, pretendo escrever o meu blogue em português.

E como devo começar com este novo início? Gostaria de falar de um assunto, em modo bem profundo e inteligente, infelizmente, a minha mente não funciona desta maneira, os artigos no blogue são sempre coisas que me aconteceram recentemente, que surgem acidentalmente, sem de ser provocado.

E pois o meu primeiro comentário é....

Havias de ter visto o tamanho da aranha que se esgueirou ontem à noite!

14 day solo mission back to England - Saúdades for Portugal

 I missed my husband, I missed the sun, I missed speaking Portuguese - loads!  But there were a few compensations.  30 day matured sirloin steak which I cooked on a griddle in my woodburner.  

90 seconds each side and 90 second rest.  Perfection.






Any tame Portuguese archeologists about??

Whilst digging my vegetable patch, deep deep, down I have been coming across various shards of pottery.  As a potter I recognise it isn't an even manufactured clay, it is a mix with bits of tiny stones in it and an uneven firing temperature which suggests a basic kiln type and very clearly isn't glazed or to do with drainage.  

I have often thought that cultivation of our land here dates back centuries, with wonderful terracing and water well which possibly might be pretty ancient.  Now I need to find an expert who might date a few shards of pot.  There is also a stone I found which isn't like our local stone, and I think could possibly be an ancient axe head - my husband thinks it's a ...stone.

Here are my prized finds.  Any positive helpful comments please send to rachel@rachelbarker.com



  

Friday

As Nossas Queridas Vizinhas

 Somos abençoados com uma família encantadora ao lado da nossa casa.  Estou sempre interessada em ver como eles estão a cultivar as coisas, e aprendemos muito ao olhar para as suas vinhas.  Este ano cultivaram abóboras enormes que se tornaram cada vez maiores a cada semana.  Hoje, elas desapareceram!  Queria tanto tirar uma foto de Sónia e Andreia, as suas filhas com os legumes.  Aqui estão elas e não tenham um ar tão angelical!  Tiveram a amabilidade de me deixar tirar-lhes uma foto e interromper as suas vindimas.









We are blessed with a lovely family next door to our house.  I am always interested to see how they are growing things, and we learn lots from looking at their vines.  This year they grew huge pumpkins that became ever bigger every week.  Today they were gone!  I so wanted to take a photo of Sónia and Andreia, their daughters with the vegetables.  Here they are and don't they look so angelic!  They were so kind to let me take their photo and interrupt their grape harvest.

Thursday

Finally some rain

After months of absolute drought I awoke in the night to hear rain on the tiles  - and over the course of the day rain cells have been passing over with sometimes heavy showers.  The trees and plants breath a sigh of relief!

Here is a departing storm over Alvaiazere Hill down from our valley towards the coast.

 


Tentacles - worth a trip to sample

(No, I said tentacles).  We have just discovered a new favourite restaurant in Sertã.  I chose Polvo à Lagareira, and it turned out to be one of the best examples of the genre, delicately grilled to keep it tender, and served with batatas murras (bashed potatoes).  
Tel 927775316






 Finally I seem to have cracked it, making feta.  You can buy it here but it's wildly expensive so I have been experimenting making it in house.  It has a nice creamy, yet crumbly texture with a slight sharp edge to the taste.  Excellente with our home grown cucs, toms, and olive oil.



Monday

Tuesday

The drought continues...

 Despite the ferocious heat and total absence of rain some things miraculously just keep going.  The grapes are starting to turn and we are wondering if my trip to England in September is going to coincide with the ideal time for the harvest.  Another case of careful planning coming unstuck?  We will see.

This is a shot of our entrance walkway, the vines making a perfect, enticing dappled shady path to welcome us home.



Wednesday

Pastelaria Império - Cernache do Bomjardim

 Just been to our favourite pastelaria in Cernache do Bomjardim, not far from us.  All the cakes are made on the premises and super fresh, and the ingredients are lovingly prepared to make delicious treats.  It is run by a team of very nice people who patiently listen to us stumbling through our portuguese!



Sunday

A Whopper from our favourite tree

 


Hot Days Ahead

 
With temperatures like these make sure you keep your favoured vehicle somewhere cool.     

    

Friday

The remarkable power of the sun

 Here is a picture guide to our growing prickly pears.  We "gathered" our paddles from Pedrogao Pequeno on 17th Feb 2020.  Now in June 2022 we have our first prickly pear fruit, with flower just starting to develop.



Sunday

Ucrania woman alone harranges Russian soldiers near Crimea -

 

This brave woman confronts Russian soldiers, addressing them as enemies and telling them in no uncertain terms to leave, pressing upon them sunflower seeds to flower when they are dead.  

Thursday 24 February 2022

 


Saturday

February 12 - the end of summer

 This has been a winter like no other.  We have had pretty much 3 months of sunshine and blue skies, (which now obviously is becoming a problem for farmers who rely on winter for growing crops and grass for animals).  But we woke up this morning to cloud - it was so odd, I'd forgotten what an effect dull skies have on a person.  Tomorrow we might even have a small possibility of rain, well let's wait and see.

In the meantime our arum lilies have just started to flower.


  

Monday

"Less is more" and the moon

 This is our first year of managing our vines properly, cutting out excess "twiggage" drastically from previous owners methods, and learning from our previous year's mistakes.  Here is a detail from one of our walkways, culling back to create a basic cordon form but from which we now know huge amount of growth will spring.  You can just see the buds swelling (we are the first week in February) and also the very tiny moon in the middle at the bottom.



Thursday

fanfare ciocărlia - golden days

 You know what it's like when you hear a teeny clip of music that reminds you of something from way back, well I just had one of those moments and after an evening of searching Youtube I finally found it.  Crazy Balkan guys playing frenetic music to make you feel happy.  Try this...

Golden Days



Wednesday

Sunshine bush

 Even on dull days our Bush Daisy aka Euryops pectinatus exudes light.  It's a native of South Aftrica but thrives here - not even our huge population of Lusitanian Pine Vole can undermine its enthusiastic growth.  It starts flowering in November and will carry on without break until June or July.  This autumn/winter has been remarkable for the lack of rain and almost uninterrupted sun for over 3 months - even by Portuguese standards this is unusual.  Admittedly the reservoir is decidely low and it is difficult for people with grazing animals to find enough grass, but for us sun deprived English it is amazing.



  

Thursday

Digital images

 I still find it amazing that an image taken in a nanosecond, with barely any thought can produce such clarity - such is the joy of taking photos with a phone.

This is from a garden in Coimbra.



Wednesday

Our best oil so far...

  We inherited 30 or so neglected olive trees, many very ancient ones with huge boles, but they were badly in need of serious pruning, if they aren't pruned they are not viable fruit producers and old wood is a source of disease to the point of tree destruction.  So pruning is not only done with secateurs but also with chain saws.



Thursday

One of our favourites from2021


 

 


Twelfth Night

 Before Christmas we discovered how a few pruned twigs from one of our fig trees, put on top of our wood burner, gave off the most delicious sweet spicy smell that you can normally only come across in the heat of summer.  With this in mind I dreamt up an alternative Christmas tree which we made together in Andrew's workshop.  Here is the result.



Jan. 2022

 Our 2 favourite clementines are just starting to ripen.  Citrus trees are truly miraculous, they are ripening fruit (often in huge quantities) whilst putting out flower for the subsequent season.  And ours will produces fruit over a 4 or 5 month period.  


 

Sunday

olive harvest 2021

 We started picking from our olive grove on Friday 5th Nov.  A beautiful mild day, brilliant blue sky, with a welcome breeze.  This year we have about 20 odd trees to harvest with the remaining 12 trees  - pruned hard last year, so this year they are just putting out leaf.  From one tree today we gathered 6 (10lt) buckets of olives.





Thursday

28 October

It seems as though this might be the end of summer, we have weather coming in from the Atlantic bringing lots of rain for the next 3 days.  Fortunately yesterday we managed to have a trip to the far eastern frontier of Portugal, very different from our neck of the woods. 

Marvão an amazing hilltop walled town in the Alentejo.  The sun was hot and we even saw a Black Vulture soaring overhead in the clear blue sky.


Mid October swim

 We did get in the sea - for a few moments.  The sun was warm but the water was perishing.



Monday

Wine fermenting - the background noise is it happening.

 


Moussaka based on nice mr. Fernley Whittingstall’s recipe.

I have tried this recipe using goat or beef, both worked well.  I always use meat that I have previously casseroled.  The texture is good and you need some sauce with it.

 350 g meat not including sauce

3 or 4 long aubergines

1 small onion

2 cloves garlic

thyme, mint, coriander as preferred

150ml milk

150 ml fresh homemade yoghurt

1 egg

2 dessertspoons flour

some cheese grated (sml amount)

I also added home made lecsõ maybe half a cup

Slice aubergines, brush lightly with oil and grill till golden, both sides.  Fry onion and garlic. Chop beef or goat, add to onion, add sauce, tomatoes lecsõ, chillies as you like.

Cook gently to meld flavours and textures.

line deep bowl with aubergine slices, add 1/2 the meat sauce, add another layer of aubergines, and another layer of meat, then cover with one last layer of aubergines, and pour over sauce topping -

which is made by ;-

mix a little cold milk into the flour, when smooth add the rest of the 150 ml, add to this one egg and beat till well mixed, then add the youghurt and some salt.  Heat gently, when thickened and heated through pour over top aubergines and sprinkle on a litttle cheese.

Bake 30-40 mins in hot ish oven.

The top layer of yoghurt, sauce is essential for giving a lightly set slightly sharp accent offsetting the rich meat.  Serve with a green salad.


Saturday

Vintage, vendemia, vindima

 24 September, we celebrated the last stage of our grape harvest.  We have about 80 or so vines and make both red and white wine in a very mini micro production.  Now we have 15 containers fizzing away and by mid November we  can finally taste the resulting wine.



Baking Day

 Have just submitted our last design plan to Zen Hankook in Korea - we are never very sure how many of our ideas are taken up till we go out to visit, which given Covid, is not likely for a while.

My mum's birthday would have been last month, and it is with her in mind that this design came to fruition.

Old family recipes read like poetry, calming and soothing words - words to welcome a child home from school, phrases with evoke warm kitchens on cold winter afternoons and the joy of returning to the family.

The phrases - so familiar, delicious in themselves - Sifting and scattering, whisking, melting and stirring, cooling. Ingredients of intense flavours, lemon zest and cinnamon, honey, cocoa, vanilla.

Even the writing - faded and uneven from years of use and reference, holds memories within its familiar scrawl, recollections of motherly affection.

With this design I celebrate the preciousness of our mothers, whose love for us throughout our childhood was constant and ever present in their daily acts of kindness and attention.




Monday

Praia fluvial September dip.

 Afternoon spent swimming at one of our favourite river beaches, For a while we had it all to ourselves (other than a turtle - or terapin? who sat on a rock on the far side).



Sunday

5th Sept. Mid 30 degrees and standing over a barbi

 A glut of sweet and hot peppers



Tuesday

Passion fruit jam

 This huge passionfruit vine started out as a small wizzened fruit bought in Aldi in Ludlow in 2018.  I kept it in the fridge over some months till it was even more dried out.  Then brought it with me to Portugal where I finally cut it open and sowed the seeds.  2 years later we are eating its fragrant fruit and have just made some jam.